8/21/2011

Libya a um passo da liberdade


Disparos e explosões foram ouvidos na capital líbia no domingo pela manhã, mas Khadafi fez um pronunciamento na TV afirmando que os rebeldes, a quem chamou de ratos, haviam sido eliminados em Trípoli.
No sábado, os combatentes anti-Khadafi conquistaram regiões importantes do país que estavam nas mãos do regime líbio até pouco tempo.
A cidade de Zawiya, que fica 50 quilômetros ao oeste de Trípoli, foi conquistada no sábado.
Um grupo de militantes partiu da cidade na manhã deste domingo com destino a Trípoli, tendo conquistado Jaddayim, uma pequena cidade e a primeira no caminho rumo à capital.
Eles também assumiram o controle da cidade de Zlitan, 160 quilômetros ao leste de Trípoli.
Os ativistas contrários ao regime estão avançando em diferentes frentes, pelo leste, sul e oeste.
Navios de guerra da Otan estão controlando o acesso ao mar.
Forças leais ao governo estão combatendo os rebeldes na cidade portuária de Brega, que abriga uma das principais reservas de petróleo do país.
Recuo
Os militantes admitiram que foram obrigados a recuar da zona industrial da cidade, após terem sofrido um pesado bombardeio.
Segundo o repórter da BBC Rupert Wingfield-Hayes, que está acompanhando a jornada dos rebeldes a partir de Jaddayim, centenas de combatentes estão na cidade e estão se deslocando por caminhonetes ou a pé.
O repórter da BBC conta que a cidade foi tomada no domingo de manhã após árduos combates entre rebeldes e tropas do governo.

Matthew Price, enviado especial da BBC a Trípoli, conta que sons de tiros foram ouvidos ao longo de toda a noite de sábado, assim como explosões.Os distúrbios pareciam vir de regiões no norte, no leste e no sudeste do centro da cidade. Um porta-voz do governo atribuiu os disparos e estampidos a pequenos grupos de gangues armadas.
Rebeldes afirmam que soldados pró-Khadafi baseados na cidade teriam abandonado seus postos e se juntado aos rebeldes.
Os combates mais intensos se deram por volta das 23h de sábado, mas os ruídos de disparos diminuíram consideravelmente no domingo, conta o enviado da BBC.
O repórter Matthew Price diz acreditar que os enfrentamentos provavelmente se deram entre combatentes anti-Khadafi que já estavam em Trípoli e forças do governo e não entre rebeldes que teriam entrado na cidade.
Muamar Khadafi ainda dispõe de forte apoio em Trípoli e homens e mulheres receberam armas e treinamento nas últimas semanas. Postos de controle também foram montados em diferentes partes da cidade.
Fonte:BBC

No comments: