8/13/2011

Sou o único que pode decidir sobre minha reencarnação,que ironia


O Dalai Lama, que entregou seus poderes temporais a um novo primeiro-ministro, Lobsang Sangay, disse neste sábado (13) em Toulouse (sudeste da França) que o povo tibetano deve decidir se continua com a instituição do Dalai Lama, mas que apenas ele pode "decidir sobre sua reencarnação".
O líder espiritual dos tibetanos, que se encontra em Toulouse para participar de dois dias de ensinamentos e uma conferência, destacou diante da imprensa que levantou a questão "claramente" desde 1959 sobre se "a instituição do Dalai Lama deve continuar". "É o povo quem deve decidir", afirmou.
"Atualmente parece que muitas das pessoas envolvidas na instituição do Dalai Lama parecem estar a favor de que a mesma perdure", destacou o Prêmio Nobel da Paz, acrescentando que esta questão voltará a ser levantada durante a reunião de autoridades budistas em setembro.
Quando à "minha reencarnação, eu sou o único que tem o direito de decidir, e mais ninguém", insistiu.
Mais de 7 mil praticantes de budismo e simpatizantes seguiram no sábado em Toulouse o primeiro dos três dias de conferências de Dalai Lama, de 76 anos.

No comments: